Compartilhar share
São Ludgero

São Ludgero - Rodovia SC-438, que corta o centro de São Ludgero, passa a ser municipal

Publicado em 28/01/2008 às 00:00 - Atualizado em 15/10/2014 às 15:23

Desde a última semana, a Rodovia Estadual SC 438, que corta o centro de São Ludgero, passou a ser do município. Em reunião com o secretario de Desenvolvimento Regional de Tubarão, Ademir Matos, juntamente com o diretor do Departamento Estadual de Infra Estrutura (Deinfra), o engenheiro José Carlos Zandoná, o gerente de faixa de domínio, Celso Sandrini, o engenheiro do Deinfra de Tubarão, Valdir, aprovaram a transferência para o município da faixa de domínio do trecho que corta o centro da cidade. Também estiveram presentes o prefeito em exercício Dimas Schlickmann e o secretário de obras, Vertino Hobold.
O secretário da SDR enfatizou que este acordo traz inúmeros benefícios a São Ludgero como a desburocratização, ou seja, todas as questões pertinentes serão resolvidas no próprio município. "Outro beneficio é a valorização expressiva dos imóveis destas ruas e das imediações, já que os entraves acabaram. Antes era preciso consultar o Deinfra para construir ao longo da rodovia, onde era necessário construir 15 de recuo. Como quase ninguém respeitava essa ordem resolvemos ir atrás dessa proposta", ressalta.
A área transferida para a Prefeitura de São Ludgero, de acordo com José Carlos, abrangeu todo o trecho do perímetro urbano do município, o qual já tem esta característica há muitos anos. "Como praticamente todo o trecho já está edificado, o bom senso impera em repassar esta área ao município, tornando-se assim todas as edificações regulares", comenta o engenheiro.
O processo para tornar a SC uma via municipal, iniciou por causa de uma obra na Rua João Wessler, cujo proprietário pretendia iniciá-la quando houvesse esta transferência, para assim respeitar a faixa de domínio exigida pela prefeitura, e não os 15 metros então impostos pelo Deinfra. Agora, com a medida, além de a referida obra estar regular todos os proprietários do trecho não precisarão mais obedecer ao recuo.
As ruas agora se chamam Padre Roer da ponte até a saída para Braço do Norte, e Rua João Wessler da ponte até a saída para Orleans.

Fonte: Jornal Folha do Vale


Galeria de Arquivos